Dependência Química: Conheça alguns filmes sobre o tema

Quando falamos em dependência química, se nunca sofremos com esse problema, nem nunca tivemos alguém próximo a nós que sofreu, parece ser um tema um pouco distante e desconhecido. Porém, mais de 40% das famílias brasileiras sofrem deste mal. E se você não faz parte dessa estatística, nós separamos alguns filmes sobre dependência química para que você possa entender como é a vida de um dependente e das pessoas ao seu redor.

Queremos começar com um filme brasileiro que, apesar de muitos torcerem o nariz quando se fala em filme brasileiro, este é uma produção muito bem feita e agradou tanto a crítica, quanto os amantes do cinema. Trata-se de Bicho de Sete Cabeças (2000).

O filme conta a história de Neto (Rodrigo Santoro), um jovem que é internado em uma clínica psiquiátrica após seu pai encontrar um cigarro de maconha em seu casaco.

Na clínica, Neto sofre maus tratos por parte dos funcionários e também presencia acontecer o mesmo com os demais pacientes.

Lembrando que esse tipo de tratamento não é o normal de se encontrar numa clínica de recuperação para dependentes químicos.

Claro que existem instituições que tratam mal seus internos, mas além de ser uma prática imoral e desumana, é também ilegal. E a clínica que for comprovada permitir maus tratos aos seus internos pode ser interditada pela justiça e seus responsáveis presos!

Filmes sobre dependência química: 28 dias

Falando de outro filme, este, com uma abordagem mais “leve” sobre a dependência química e a clínica de reabilitação, temos 28 dias (2000).

Ele conta a história de Gwen Cummings (Sandra Bullock) uma escritora bem-sucedida, mas que tinha problemas com o abuso de álcool.

No casamento de sua irmã, após envergonhá-la e estragar sua festa, Gwen pega a limusine dos noivos e bate numa casa.

Após isso, ela é obrigada pelo juiz a ir para uma clínica de recuperação ou para a prisão.

Como a grande maioria dos novatos em clínicas de reabilitação, principalmente aqueles que são internados involuntariamente, Gwen não admite que é uma dependente química, adotando a fala de que bebe bastante, mas não precisa de ajuda, que pode parar quando quiser sem problema algum.

Com o decorrer dos fatos, Gwen percebe que realmente precisa de ajuda e começa a aceitar o tratamento.

Mais alguns filmes sobre dependência química

Vício Frenético (2009)

Após salvar um prisioneiro de afogamento em decorrência do furacão Katrina, o detetive Terence McDonagh (Nicolas Cage) é promovido a tenente.

Com as costas seriamente contundidas, ele passa a depender de analgésicos para aguentar a dor.

Um ano depois está viciado em Vicodin e cocaína, mas continua trabalhando em nome da lei, mesmo sendo um policial, que não obedece às leis.

Luta contra traficantes e ladrões, mas acaba se rendendo às drogas e a corrupção.

O seu próprio envolvimento em atividades ilegais compromete seus padrões morais e ameaça colocar sua missão em risco.

Além disso tudo, acaba envolvendo também sua namorada e ambos terão que escapar dessa armadilha antes que seja tarde demais.

 (2019)

David Sheff (Steve Carell) é um conceituado jornalista e escritor que vive com a segunda esposa e os filhos.

Nic Sheff (Timothée Chalamet), seu filho do primeiro casamento, é viciado em metanfetamina e abala completamente a vida de toda a família.

David tenta entender o que acontece com o filho, que teve uma infância saudável. E sempre recebeu todo o seu amor, assim como da mãe, sua ex-esposa, e da madrasta.

Ao mesmo tempo, David estuda a droga e sua dependência.

Nic, por sua vez, passa por diversos ciclos da vida de um dependente químico, lutando para se recuperar, mas volta e meia se entregando ao vício.

Essas são algumas dicas de filmes para que você possa entender como funciona a dependência química e a vida das pessoas que são molestadas por este mal terrível.

Entre em contato agora mesmo com a Clínica Life Style e solicite mais informações sobre o como funciona o processo da clínica de recuperação.